Motoristas ou cavaleiros/amazonas?

24set10

1,5m para sobreviver

As pessoas se tornam um pouco prepotentes quando estão dirigindo a ponto de ignorar que ao atingir um ciclista estão colocando em risco a vida de outro ser humano.

Um amigo foi à França recentemente e ficou impressionado de como o trânsito é caótico. Ele não se estendeu muito no assunto, mas disse que os motoristas entram de qualquer jeito em um dos vários giradouros que pode observar. O fato curioso, é a ação dos motoristas com relação aos ciclistas. Apesar da loucura de como dirigem, repeitam quando tem uma pessoa de bike num giradouro.

Fui ciclista por uns 2 anos em Recife e sou testemunha… ou seria sobrevivente?! de como os motoristas dessa cidade não respeitam os ciclistas ou qualquer outro ser, vivo ou não, que esteja na rua. Vide o texto aqui neste mesmo blog.

Atualmente moro em Brasília. Estava com uma grande dúvida em minha vida. Não sabia se casava ou comprava uma bicicleta. Fiz os dois. Moro a cerca de 2 km do trabalho e a ida é um suave declive onde não faço muito esforço para ir de bike até lá. Apesar de as pessoas aqui terem uma forma de guiar veículos completamente diferente de Recife parece que existe uma interior forma selvagem de atitudes perante ciclistas.

Às vezes tenho impressão que os motoristas estão montados sobre cavalos e estes são selvagens o suficiente para não serem dominados pelos cavaleiros e amazonas, digo, motoristas. Talvez seja um resquício colonial de que as antigas estradas eram feitas para a circulação de cavalos (mera especulação)… Enfim, não chegarei a conclusão alguma sobre a influência das montarias nas formas de conduzir veículos contemporâneos.

Coincidência ou não, Brasília é uma cidade que tem muitos giradouros e é costume respeitar suas regras de entrada e saída. Tanto que os artistas aqui… Quero dizer, motoristas, gostam de bater nas avenidas em linha reta de 4 faixas que tem na cidade, inclusive capotar!

Em geral o clima no trânsito segue cordialmente, param na faixa de pedestres e aqui, como vi em uma placa na entrada da cidade, “costuma-se não buzinar”.

Mas, as coisas mudam de figura quando está atuando um ciclista.

Trouxe de Recife em minha última visita uma buzina do tipo vuvuzela e tenho utilizado com certa frequência, pois, por dia, entre ida e volta, não chego a gastar meia hora do meu dia e ainda assim consigo pelo menos uma vez por dia apertar com prazer minha barulhenta buzina e proferir umas aliviantes palavras de baixo calão.

Não sem razão, afinal, o para-choque são minhas pernas, meu cinto de segurança são meus braços e, digo logo, da última vez que usei o cinto quando tava de bike, não curti muito não.

É comum vermos e  ouvirmos discursos a favor de não violência, mas mal podemos perceber o quanto podemos ser agressivos uns com os outros numa simples locomoção.

Existem certas atitudes em nossa sociedade que soam incompreensíveis para minha ingênua cabecinha. Existe um conservadorismo velado de não respeito ao próximo que muitas vezes me az sentir vergonha alheia.

Enfim. Se eu começar a falar de outros desrespeitos,talvez escreva uma trilogia. Aos poucos vou falando delas.

Anúncios


2 Responses to “Motoristas ou cavaleiros/amazonas?”

  1. 1 B1

    Muito bom, meu caro!
    hoje quando estava no caminho do trabalho pensava sobre a mesma coisa. Afalta de amor ao próximo vai levar a raça humana a auto-extinção…
    forte abraço meu velho!

    • Pois é,

      Rolou que buzinei e xinguei um cara que quase me atropela e ele veio atrás, pegou uma contra-mão bisonha mas queria saber pq eu tinha xingado ele. Aí disse que sou o pára-choque se ele me acerta e tals…

      Acabou que tive eu que pedir desculpas por tê-lo xingado para evitar confusão.

      A insanidade tem imperado!!

      Abraço mermão!


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: