Sigo

08fev10

SIgo caminhando com minhas próprias pernas.

Não sem cansar, mas são fortes

suficiente para carregar ao que me proponho.

Sempre a passos largos e apressados.

Vou sentir falta do calor insuportável

das camisas suadas

do calor nas pernas por causa das calças.

Da marca molhada do uso da mochila.

Dos corpos que suados se grudam,

Dos seios quentes e molhados que

Deslizam no meu peito cabeludo.

De muita coisa,

sentirei muita falta.

Samuel Vanderlei

Anúncios


No Responses Yet to “Sigo”

  1. Deixe um comentário

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: