Archive for fevereiro, 2010

Pequena.

25fev10

Pequena, teus olhos vedados por espelho me impedem de ver tua face de prazer? vejo um sorriso, sinto teu forte respirar. Meu suor molhando teu corpo não parece te incomodar. Nada naquele momento te incomodava. Ah, sim! a hora que passava galopante. Essa sim Essa não! Em teus braços, sinto a força duma sintonia, como […]


Eu sacudo.

19fev10

A macaxeira foi uma sacudidela que dei na vida para espantar o marasmo que aflora. As perspectivas são de mais marasmo, boresta perante a vida. Estou ávido por navegar por terras por onde já não ando desde a infância. Vou-me. Não sem deixar. Não sem carregar. Não sem abandonar. Não sem sequestrar. Fico feliz por […]


Sigo

08fev10

SIgo caminhando com minhas próprias pernas. Não sem cansar, mas são fortes suficiente para carregar ao que me proponho. Sempre a passos largos e apressados. Vou sentir falta do calor insuportável das camisas suadas do calor nas pernas por causa das calças. Da marca molhada do uso da mochila. Dos corpos que suados se grudam, […]